O QUE REALMENTE ACONTECEU NO HDT

Em outubro de 2019 o Grupo AAVE, outras ONGS, usuários e médicos do Hospital de Doenças Tropicais – HDT realizaram uma manifestação a frente do hospital pedindo providencias quando aos problemas nos atendimentos, equipamentos quebrados e demissão injustificáveis de médicos.  Infelizmente sem resposta. 

Em dezembro de 2019, outra manifestação foi realizada pelo Grupo AAVE, outras ONGS, usuários e médicos para pressionar a diretoria do hospital.  E mesmo com uma grande repercussão da mídia nada foi feito.

Em fevereiro de 2020, o diretor do hospital, procurou a mídia para denunciar uma serie de fraudes na folha de ponto, que segundo ele estaria acontecendo no hospital. O Interessante é que os médicos apontados por ele, são os mesmos que realizaram as reinvindicações desde outubro do ano passado.

No dia 20 de fevereiro de 2020 o Grupo AAVE juntamente com outras 6 organizações e redes que trabalham no combate ao HIV demostraram seu apoio aos médicos por meio de uma carta aberta.  No dia 21, membros do Grupo AAVE e Pastoral da Aids acamparam na frente da Secretaria de Estado da Saúde, onde aconteceria a reunião entre os médicos do HDT e o Secretario de Estado da Saúde, para saberem que rumo se daria no hospital. Durante a reunião o secretario prometeu instaurar um gabinete de crise dentro do Hospital HDT, bem como realizar o afastamento da diretoria atual.

Esse resultado só foi possível diante de muita luta, de ongs, usuários e médicos que não ficaram calados. O Grupo AAVE se comprometeu e continuará sua luta em favor da pessoa vivendo com HIV/Aids.