Conselho Estadual de Saúde do Estado de Goiás e representantes do Grupo AAVE se opõem a proposta da reforma da previdência social

O Conselho Estadual de Saúde bem como o representante do Grupo AAVE que atua nesse conselho se manifestam contra a proposta de reforma da previdência social. Pelas regras propostas pela gestão Temer, o trabalhador que desejar se aposentar recebendo a aposentadoria integral deverá contribuir por 49 anos e o prazo mínimo de contribuição para a Previdência Social será elevado de 15 anos para 25 anos.